Contato | Contact

Brazil

+ 55 (41) 99125 9797

France

+ 33 (0) 6 26 69 25 23

Conecte-se | Connectez-vous
  • White LinkedIn Icon
  • White Facebook Icon
  • White Google+ Icon

“Chutar o balde”? Será?

March 2, 2016

Esta semana fiquei surpresa com a reação de um colega a respeito da decisão tomada por um de seus amigos. Para ele, o fato deste amigo ter decidido deixar uma bela carreira com um alto salário e iniciar uma nova vida profissional significa que ele está “chutando o balde”. Ninguém “chuta o balde” quando tem um sonho por trás de sua decisão! Quem manda tudo para o ar é por pura frustação. É uma resposta a uma situação na qual as expectativas não são correspondidas há muito tempo. Quem decide sair de uma situação para viver outra com um chamado do coração, não chuta o balde, corre para viver mais um sonho. Como diz GOLEMAN no seu livro o FOCO, tomar decisões deste tipo exige imensa confiança nos próprios valores e o desenvolvimento da capacidade que permite decodificar a voz interior.

Aceitar o chamado do coração, do corpo e da mente para traçar uma nova rota, entrar em mais um sonho, exige muita coragem, muito trabalho e desapego. Assistindo um programa de talentos musicais infantis fiquei emocionada com tanta coragem e leveza transbordando dessas crianças. Recordei de uma frase de minha professora de coach na França que passou a ter ainda mais sentido: “dê-se o direito de ser hoje o que você era antes de ser o que se tornou”. Quem “chuta o balde” está em estado de “burnout”, aquela síndrome causada por esgotamento físico e emocional. Quem parte para viver novos sonhos está com o peito pleno de energia para trabalhar muito e pronto para vestir o calçado da resiliência.

Ouvir essas crianças cantando foi como falar de alma para alma! E isso é algo muito bom! Viver conectada com a minha alma é o que me faz viver na felicidade e traz momentos de enorme alegria. Por alguma razão, nasci com esta estrela que facilita viver minha criança: acreditar no meu propósito de vida e, com ele, alimentar meus sonhos e ter energia para percorrer a vida realizando. Algumas vezes me distanciei dele, saí  da rota, fiquei muito infeliz e meu anjo iluminado sempre me trazendo de volta para escutar minha voz interna e viver minha história.

Tenho este privilégio de me jogar na vida, aproveitar o presente sem me angustiar com o passado e sem temer pelo futuro. O passado traz nossa experiência e nos ensina, o futuro demanda foco e planejamento. Temos todos a possibilidade de realizar muitas coisas nesta existência. O propósito de cada vida é tão forte que ele permite a realização de muitos sonhos. Qual a razão que leva tantos a pensarem que devemos traçar um caminho aos dezoito anos e percorrê-lo até os cem anos? E quem foi que disse que precisamos mudar de vida para vivenciar vários sonhos e as diferentes facetas do nosso propósito?

Fiquei feliz de ver estas crianças cantando com a alma. Elas estavam de corpo, mente e coração fazendo o que gostam! Com coragem de se expor acreditando que estavam ali para realizar algo importante. Solidárias e, ao mesmo tempo competindo por um espaço para continuar seu sonho. Acreditando no talento uma das outras. Entregando-se ao mundo com a sabedoria de que o caminho dos sonhos não tem uma única porta. O caminho dos sonhos oferece muitas portas, a cada uma que se fecha, muitas se abrem.  E como disse uma das meninas: « E se a gente não passar a gente vai continuar cantando, esse é nosso sonho ».

Sonhar e acreditar que podemos viver estes sonhos é o melhor presente que recebemos. E você o que tem feito para viver seu propósito? Para transformá-lo em sonhos e realizá-los? Não caia na pegadinha de deixar para amanhã, não deixe a vida se transformar em uma ilusão. Viva e realize. Se algum sinal de insatisfação se apresenta com regularidade é hora de parar e refletir: será que já dei a volta completa e está na hora de partir para outra aventura? Não deixe seu coração ficar amargurado ao ponto de ter que “chutar o balde”! Busque entender o que se passa e sonhe! Sonhe para criar espaço para realizar novos planos e construir um novo caminho! A gente muda, o mundo muda e precisamos ser capazes de viver esta transformação, nos desapegar do que não serve mais e ter coragem para pegar a nova estrada!

A construção de um mundo sustentável, melhor e mais justo para todos, depende da realização do propósito de cada um de nós. Como disse Steve Jobs em seu discurso dirigido aos formandos da Universidade Stanford em 2005: não deixe as vozes das opiniões dos outros apagarem a sua voz interior! Tenha coragem de ouvir a voz do seu coração e de segui-la. 

 

 

 

Please reload